Arquivo da categoria ‘Professor Chaplin – Crítica de estreias’

Homem-de-Ferro-3-poster-620x620

Vamos lá então né, o que dizer sobre a tão esperada estreia de o Homem de Ferro 3… Claro que não dá para falar que foi o máximo, que com certeza foi o melhor filme de 2013, porque não será!
Também não seria justo dizer que o filme foi ruim, não foi, foi bom, mas a Marvel ficou devendo… :-/

Algumas partes do filme são verdadeiras pinturas, como uma cena que Tony faz a armadura explodir no vilão e o capacete cai entre chamas perto dele, ficou realmente legal. Ou uma cena que o herói salva onze pessoas que caíram de um voo  também é muito boa e engraçada.

Mas algumas cenas do filme não encaixam, deixando um baita ponto de interrogação na cabeça dos fãs. A impressão que dá é que a Marvel queria fazer alguma coisa, mas não sabia o que … E inventou uma história, mas não emplacou, achou uns vilões mornos (sem piada :-P), que não empolgam, e um Tony Stark tão fora da arrogância normal que tirando as piadas clássicas também foi meio sem graça. E para encerrar minhas insatisfações, várias mudanças na história em relação ao personagem, que não quero abordar aqui porque podem estragar o filme para quem ainda não assistiu, mas a Marvel não curte ser fiel e isso deixa os fãs putos… Se a intenção da Marvel era acabar com a história individual do Homem de Ferro, fica a dúvida de como ela vai resolver com o Avengers 2 com essas mudanças. Enfim, resta-nos aguardar.

No geral o filme é bom, no dia que fui no cinema, estava com as expectativas tão elevadas que saí dizendo que era um filme passa-tempo, aquele que você assiste só quando está zapeando a TV, mas depois fiz uma análise e agora acho que ele é um bom filme, mas que fica muito aquém dos dois primeiros, fazer o quê né… A Marvel já fez isso antes (X-man, Homem Aranha), era querer demais que ela acertasse dessa vez.

E que venha agora o Thor e Capitão América 2, pelo menos ainda é o 2…rsrsrs… Dá para confiar!

UAndre

Vocês podem encontrar mais informações como sinopse e trailer no site do nosso parceiro, o Adoro Cinema.
Você já conhece nosso Top 5 ? 😉

Imagem

Quando fui assistir ao filme “A Morte do Demônio” minha expectativa era de que eu fosse surpreendido, claro, pelo medo. É o que se espera de qualquer filme de terror que assistimos, porém, o que não sabia era que seria impressionado tão competentemente da forma que fui, pois vejam, com exceção de uns 10 minutos perto do final que ele beira o drama, todo o tempo são cenas tensas e apavorantes, fazendo do filme show de terror em grande estilo.

A forma que filme foi produzido foi bem pensada, algumas cenas se tornarão memoráveis, como a de Mia, protagonista do filme, com uma serra-elétrica.

Na versão original do filme, de 1981, o protagonista é um homem, porém nesta versão, a protagonista passa ser uma mulher, o que deu um outro, digamos, charme para o filme, pois foi inusitado. Outras partes do filme são bem diferentes do original, o que na minha opinião é um agregador de valor, uma vez que assistir exatamente ao mesmo filme, seria bem chato.

Algumas vezes fazer outras versões do mesmo filme, podem ser um tiro pela culatra, como no caso do novo “Spider-man”, que ao meu ver, foi só para aproveitar um sucesso e ganhar dinheiro, e o filme não emplaca. Mas no caso, por exemplo de a “Fantástica Fábrica”, foi muito bom como também “A Morte do Demônio”.

Num geral, o filme é muito bom, contudo não é excepcional, pois de certa forma, é um típico filme de terror que mantém um formato padrão lógico de acontecimento dos fatos. Mas nada que deixe o filme desinteressante.

Por isso indico sem medo, ou com um pouco de medo…rs, para quem quiser ir levar uns sustos e curtir um filme sensacional, assistiam “A morte do demônio”, mas vá preparado, porque vai chover sangue…oO

Quem quiser saber mais sobre o filme, pode clicar no link e conferir trailer e sinopse do filme no site do Adoro Cinema.

Acompanhe mais novidades de cinema curtindo nossa página no facebook  ;-D

UAndre

Você já conhece nosso Top 5 ? 😉

jack

Jack – O Caçador de Gigantes é uma adaptação da do conto João e o Pé de Feijão que conta a história de um jovem fazendeiro que troca seu cavalo por feijões mágicos, e esses feijões abrem um portal para a terra dos gigantes.
Quando a princesa é sequestrada Jack se une aos cavaleiros do Rei para resgata-la.

Um ótimo filme para assistir com toda a família, o filme é divertido e com boa sequência de lutas, um ótimo entretenimento para qualquer idade assistir.
O filme tem bons efeitos, mas nada para tirar o folego. Os atores estão ótimos, principalmente nos momentos das piadas.
Como eu disse anteriormente um ótimo filme para assistir com todo a família ou pelo menos deixar as crianças entretida durante o filme.

Anny

Imagem

Dificilmente a DreamWorks erra em algum filme que ela produz,  grandes sucessos como Shrek, Madagascar  e Kung Fu Panda são provas disso, e não foi diferente com “Os Croods”.

Uma animação muito irreverente que proporciona grandes diversões.

A trama é sobre uma família na idade da pedra que vive em função de sobreviver em busca de alimentos. Liderados por Grug (Nicolas Cage), o pai, eles aproveitam o amanhecer para disputar comida com uma diversidade de animais caçadores, além de serem também a presa de animais maiores. Eles tem que fazer isso até o anoitecer, pois segundo as leis de Grug, com o anoitecer vem o perigo.

Porém Grug tem muita dificuldade de conter sua filha, Eep (Emma Stone), muito curiosa não aceita ficar dentro da caverna e quer conhecer o mundo lá fora. Uma noite acaba saindo e conhecendo Guy (Ryan Reynolds), que é um desbravador, e fica encantada por ele.

Com as mudanças climáticas a família de Grug é obrigada a sair em busca de um novo lugar para viver depois que sua caverna é destruída, então encontram Guy, que concorda em levá-los com ele. Contudo, Grug é conservador e tem dificuldades em aceitar as ideias inovadoras de Guy.

O que acontece é uma sequencia de confusões e surpresas, em grande parte as piadas se dividem entre temas infantis e maduros, tornando o filme engraçado para todas as idades.

Em geral o filme apresenta valores que não raramente notamos nos dias de hoje, como o protecionismo do patriarca de uma casa, ou a disputa que ele tem quando sua filha conhece um homem. Até mesmo a relação que ele tem com sua sogra.

O tema principal é valorização da família e zelo, tem uma crítica muito positiva, como a da folha.

Fui com uma expectativa baixa para assistir aos Croods, minha ideia era apenas passar o tempo, porém, fui surpreendido, risos e mais risos e minha saída do cinema foi com uma impressão ótima. Indico sem medo o filme para qualquer pessoa, vão se divertir muito!

 Uandre